Conversas com a Sarah 

Aqui vão alguns registros de conversas com a Sarah que está cada vez mais ágil nas suas conclusões e eu amando muito. 

15/03/2017

Dia de greve de metro e eu precisava trabalhar, mesmo que em casa, uma amiga, mãe de outra pequena da escola se ofereceu para ficar com a Sarah e eu combinei de leva-la a tarde.  Pensa na felicidade da pequena independente, foi sem nem me dizer tchau direito. No final do dia fui busca-la, tinha brincado muito e estava muito feliz.

Já no carro, me diz:

– Mamãe, quero dormir na casa da Ana Luisa.

– Que bom, mas vamos ter que pedir para a tia Karla para ver se ela pode ficar com vc.

– Então liga para ela, mamãe!

 

27/03/2017

-Mamãe, a gente foi no museu e eu vi um homem pendurado.

-Ah é filha, ele estava machucado?

-Sim.

-E doeu?

-Não!

Sarah relatando a sua visita à igreja católica que aconteceu no sábado, onde ela percebeu pela primeira vez Cristo crucificado.

 

28/03/2017

Eu, Sarah e Lua (a gata) na cozinha.

A gata mia.

– Sarah, a lua está com fome, vamos dar comida para ela.

Ela já foi em direção ao armário, abriu a porta, pegou o pote de ração da Lua e colocou no potinho. Tudo sozinha! E eu observando toda orgulhosa da minha pequena mocinha!

-Muito bem Sarah!

Ela vira pra mim com um sorriso orgulhosa dela mesma e diz.

– Eu sou muito esperta!

 

28/03/2017

Na hora de colocar para dormir, leio uma historia para ela ou conto alguma inventada na hora. Gosto mais dessa segunda opção pq ela me ajuda a construir a narrativa e saem historias divertidas e que ela recorda com mais facilidade.

Pois bem, estamos na cama, nós duas juntas e eu comecei a contar uma historia.

– Mamãe da boca não, eu quero do livro!

 02/04/2017

Passeio no Playland num dia frio de SP, pela primeira vez!

-Filha, vc quer ir ao Carrocel?

-Simmmm!!

Vamos pra fila.

-Mamãe, eu vou no cavalinho preto e vc fica aqui para eu te dar tchau!  

Olha eu ali atrás, não tive coragem de deixa-la sozinha, mas foi a última, juro!!

Tudo novo de novo – Paulinho Moska

 

Vamos começar
Colocando um ponto final
Pelo menos já é um sinal
De que tudo na vida tem fim

Vamos acordar
Hoje tem um sol diferente no céu
Gargalhando no seu carrossel
Gritando nada é tão triste assim

É tudo novo de novo
Vamos nos jogar onde já caímos
Tudo novo de novo
Vamos mergulhar do alto onde subimos

Vamos celebrar
Nossa própria maneira de ser
Essa luz que acabou de nascer
Quando aquela de trás apagou

E vamos terminar
Inventando uma nova canção
Nem que seja uma outra versão
Pra tentar entender que acabou

Mas é tudo novo de novo
Vamos nos jogar onde já caímos
Tudo novo de novo
Vamos mergulhar do alto onde subimos

Inspiração para a segunda feira! Ótima semana!

 

Música – Sarah

Fui convidada por uma amiga da faculdade para ir a um show neste final de semana. Sim, ganhos uma night livre só de mães! Imagine como estamos empolgadas?! Vamos ver Paulinho Moska.

Nesses nossos papos ao longo da semana para combinar sobre as nossas expectativas ela achou uma música linda, cantada por ele, Paulinho Moska e Tom Drummont.

Fique ai com essa música linda e ótimo final de semana!