Qual é o seu nome?

Essa foi a pergunta que mais ouvimos durante a nossa viagem à Monte Verde. Não era para a gente, era a pergunta da Sarah para quase todos que trocavam algum olhar com ela.

E não satisfeita ela perguntava o nome de todos da família até que pedissemos para parar ou a pessoa se desinteressava pq ela repetia algumas vezes e perdia a graça.

Esse vai ser o meu primeiro registro da viagem. Pq eu não quero esquecer os nomes e as relações.

Na primeira noite, assim que chegamos tinha outra família recém chegada ao hotel. Todos esperando pela hora do jantar na área infantil que seria servido às 19 horas! (Estamos mais cansados só que com fome!) O pequeno local estava bem bagunçado por conta do recente feriado emendado movimentado, e a Sarah fez a sua primeira pergunta ao pequeno daquela família: Matheus.

Depois fomos todos para o restaurante jantar. Sarah já estava enturmada com o Matheus de uma forma que eu nunca havia visto. A Sarah demora muito para explorar lugares, ela sempre analisa tudo para depois se soltar. Mas ela estava tão feliz por estar no “quarto do hotel” que sua reação estava totalmente diferente (não podemos criar nunca expectativas com as crianças, elas sempre nos surpreendem!)

Sem ao menos chegar ao fim do jantar surgiu outra criança, uma menina do tamanho da Sarah (só que quase um ano mais nova!) . Ela já chegou perto e perguntou o nome, Manu, respondeu a mãe da menina ainda envergonhada. A Sarah imediatamente virou para a mãe e perguntou o nome dela também: Érica.

Na manhã seguinte, durante o café da manhã conhecemos o Moisés, o garçom. Diego, o recepcionista.

Numa daa refeições, já não me recordo qual, conhecemos a Thessiane, filha da Maria e do Marcos. Com avós Francisco e Iraci! (Como ela perguntou o nome da família toda e a moça respondeu, eu ainda não esqueci!!)

Mas também disse o nome dos dela: Minha mãe é Aline e o meu pai é o Fernando. E essa é a resposta curta, pois o que ela gostava mesmo era de pronunciar o nome completo de todos nós, incluindo o dela. Enquanto ela fala olha pra gente com um olhar carinhoso e um sorriso enorme no rosto e nós dois ficamos bobos.

Quando a Thessiane falou seu nome a Sarah lembrou na hora da Thes e do Woody do filme da escola. Vc sabe qual é?!

Depois ela falava da vovó Sueli, da vovó Helena, do vovô César e do vovô José.

Tbem conhecemos o José, garçom e o outro recepcionista o Júnior que ao invés de falar o nome da mãe, disse que ela havia falecido!

Voltamos e ainda eu não a ouvi fazer isso. Aí refleti e lembrei que assim que chegamos ao fazer o check in eu perguntei ao recepcionista o seu nome. É isso, crianças nos imitam em tudo!