Conversas com a Sarah 

Aqui vão alguns registros de conversas com a Sarah que está cada vez mais ágil nas suas conclusões e eu amando muito. 

15/03/2017

Dia de greve de metro e eu precisava trabalhar, mesmo que em casa, uma amiga, mãe de outra pequena da escola se ofereceu para ficar com a Sarah e eu combinei de leva-la a tarde.  Pensa na felicidade da pequena independente, foi sem nem me dizer tchau direito. No final do dia fui busca-la, tinha brincado muito e estava muito feliz.

Já no carro, me diz:

– Mamãe, quero dormir na casa da Ana Luisa.

– Que bom, mas vamos ter que pedir para a tia Karla para ver se ela pode ficar com vc.

– Então liga para ela, mamãe!

 

27/03/2017

-Mamãe, a gente foi no museu e eu vi um homem pendurado.

-Ah é filha, ele estava machucado?

-Sim.

-E doeu?

-Não!

Sarah relatando a sua visita à igreja católica que aconteceu no sábado, onde ela percebeu pela primeira vez Cristo crucificado.

 

28/03/2017

Eu, Sarah e Lua (a gata) na cozinha.

A gata mia.

– Sarah, a lua está com fome, vamos dar comida para ela.

Ela já foi em direção ao armário, abriu a porta, pegou o pote de ração da Lua e colocou no potinho. Tudo sozinha! E eu observando toda orgulhosa da minha pequena mocinha!

-Muito bem Sarah!

Ela vira pra mim com um sorriso orgulhosa dela mesma e diz.

– Eu sou muito esperta!

 

28/03/2017

Na hora de colocar para dormir, leio uma historia para ela ou conto alguma inventada na hora. Gosto mais dessa segunda opção pq ela me ajuda a construir a narrativa e saem historias divertidas e que ela recorda com mais facilidade.

Pois bem, estamos na cama, nós duas juntas e eu comecei a contar uma historia.

– Mamãe da boca não, eu quero do livro!

 02/04/2017

Passeio no Playland num dia frio de SP, pela primeira vez!

-Filha, vc quer ir ao Carrocel?

-Simmmm!!

Vamos pra fila.

-Mamãe, eu vou no cavalinho preto e vc fica aqui para eu te dar tchau!  

Olha eu ali atrás, não tive coragem de deixa-la sozinha, mas foi a última, juro!!

O que fazer com uma criança em dia de chuva? #dica2

Amanheceu aquele dia chuvoso em pleno sábado (ou domingo) e vc lembra na hora que podia só continuar na sua cama, sem preocupação, curtindo a monotonia. Mas para! Vc tem um filho, no meu caso, uma filha que vai acordar já perguntando o que vamos fazer! hihi.

A primeira dica que eu dei está neste post aqui!

Hoje eu vim trazer uma outra que é visitar uma Biblioteca, dentre as várias opções municipais que você encontra aqui a programação,  tem duas unidades estaduais que eu curto muito a que fica no Parque do Povo e a outra que fica no Parque da Juventude.

A Biblioteca Publica de SP  tem uma programação bem interessante para o final de semana.

Para as crianças pequeninas, de 0 a 4 anos tem o programa Lê no Ninho, por meio de experiências lúdicas com livros (músicas, fantoches e só conversa mesmo) eles estimulam a leitura e principalmente ajudam os pais a interagir com seus filhos por esses meios!

Eles acontecem todos os sábados, das 11 às 11h45 e das 15 às 15h45 e dois domingos ao mês, das 11h30 às 12h15; que neste mês vai ser no dia 16/04/2017 e no dia 30/04/2017.

Fui com a Sarah três vezes para essa experiência, e foi encantador! A primeira vez que fomos eles ainda montaram um kit de livro mais fantoche para levar para casa e devolver depois de 15 dias. E que eu pude renovar o empréstimo pela internet mesmo, pq 15 dias parecem muito, mas voam e eu só retornei depois de 1 mês.

Cantamos músicas, instrumentos pequeninos, falamos com os bichinhos. Teve um livro torre que foi um sucesso, que inclusive acabei comprando e que a Sarah brinca até hoje!

E para as crianças acima de 2 anos eles tem a Hora do Conto; que são contação de histórias da literatura infantojuvenil, para aguçar o hábito da leitura e a imaginação das crianças. Sextas-feiras, às 15 horas; Sábados e domingos, às 16 horas.

A programação deste mês está aqui neste link: Hora do conto

Nas duas vezes seguinte fomos na biblioteca já fizemos as duas atividades no mesmo dia, é para passar uma tarde gostosa na biblioteca, inclusive na ultima vez levei o meu sobrinho e a avó!

Como moramos perto, estacionamos o carro ao lado da biblioteca. Mas se você mora um pouquinho mais longe não perca a oportunidade de andar de metrô; as crianças adoram! É só descer na estação Carandiru e seguir até a biblioteca que fica pertinho.

Mas olha, lá tem programação para todas as idades! É só entrar no site e ver a programação geral no link agenda!

Espero que tenham gostado da dica!

 

 

 

 

 

 

Jogos para celular: concentração e raciocínio.

Tudo começou quando um grande amigo lembrou de mim ao ver um anúncio promocional de um jogo de quebra cabeça 3D e enviou o Link. Imediatamente baixei o tal joguinho no meu celular e achei tão viciante que enviei para vários amigos. 

Monument Valey, levar Ida (a menina) por vários caminhos, cheio de engenhocas e truques. Eu chegava a sonhar que estava caminhando por eles.

Veja que lindo o design! 

Mas uma hora o jogo acabou e eu fiquei carente dele. Meu celular também não ajudava por ter pouca memória e esse pequeno vício ficou de lado. 

Mas agora com um celular novo( por isso que está saindo tanto texto) reinstalei o mesmo jogo e procurei alguns similares! 

Achei um bem parecido gratuito, Hocus, apesar do design ser mais simples, os desafios são similares mas não é tão empolgante quanto o primeiro.

E o Infinity Loop que não tem a mesma didática mas é tão viciante quanto e com o mesmo propósito de estimular o raciocínio. 

Se vc tiver algum jogo de celular que goste muito me mande uma dica. Espero que gostem do que eu passei!