Pequenos gestos

Eu sou daquelas pessoas que gosta de observar enquanto caminho, dirijo e sou passageira. Sabe, aquela pessoa meio avoada que com certeza vc já viu tropeçando na calçada? Essa sou eu.  E eu só percebi esse meu jeito de ser com a companhia da minha filha, pois passei a verbalizar.

Filha, olha o passarinho no céu, ele está cantando e voando. É para chamar os amiguinhos deles! Filha, vc viu que tem formiguinhas no chão, elas caminham carregando coisas muiito pesadas nas costas para as suas casas. Vamos achar a casa delas? Não pise!

Ontem eu comecei a registrar algumas coisas, pensando na possibilidade da Sarah estar ao meu lado, já que ela não está. Viu como filhos mudam o nosso olhar.

img_20161214_105655-collage

 

E hoje eu recebi um pequeno gesto do marido pela manhã, mesmo cansado ele me enviou uma música, pode ter sido sem intenções, mas eu considerei uma linda declaração de amor.

 

 

Cartões de final de ano! ❤

Esse ano eu voltei a enviar cartões de Natal para meus queridos amigos. Aqueles que fizeram parte da minha vida durante este ano de alguma forma.

Eu faço com todo amor, um por um. Sabido que este ano não foi fácil para muitas pessoas em vários sentidos: política, trabalhos, famílias! Que ano né gente? A minha intensão é estreitar os laços e dizer que vc pode contar comigo.

Recebo vários agradecimentos lindos! Mas um deles eu quero compartilhar com vcs, pq lembrei da minha infância e me fez questionar o pq a gente não manteve costumes como esses?!

Recebi seu cartão na manhã de sábado, fiquei mto comovida. Até garoou no meu olho, parafraseando a Carol….

Da Thaís foi o 1º cartão na casa nova, na minha é o 1º cartão deste Natal e deve ser o último! Ou o único, eheheh. Não recebemos mais cartões, só de lembrar que tinha gente que colocava na árvore de Natal os cartões todos que recebia para lembrar dos amigos que lembravam deles! Outros tempos, não tão longe assim.

Ontem uma amiga me lembrava que na infância dela colocava algodão na árvore para parecer neve, tive que relembrar pois já tinha ficado no limbo das minhas memórias!

E no fds qdo o Theo fazia a árvore de Natal e o pequenito pegava todas as bolas que estavam espalhadas, lembrei da época que só adulto pegava nessas bolas e criança nem corria perto da árvore porque elas quebravam, aquilo era vidro e enterrava nas mãos ou pés descalços. Qta mudança para melhor!

Pois queria mesmo agradecer seu cartão com lindas palavras, muito e muito obrigada!

Quero tb que vc passe um ano próspero, um Natal com mta paz, se prolongando para o Ano inteirinho! E com tudo que há de bom que vc merece, que seu coração é mto brilhante….

Mil beijos ao Fernando e Sarah, dividindo com você.

Só de receber esse agradecimento já fez valer à pena por ter separado um tempinho e pensar em cada um com carinho. Se você gostou da ideia, ainda dá tempo viu. Tiveram pessoas que receberam os cartões no dia seguinte ao que eu postei no correio!

Para quem não recebeu esse ano, chegue mais perto, não suma!  E mesmo não recebendo o cartão, saiba que, se um dia compartilhamos bons momentos juntos, eu tenho esses momentos guardados na memória e no coração. E eu desejo com toda a sinceridade um ano de 2017 iluminado.

E Feliz Natal!!!

img-20161202-wa0025-collage

Obs. Post atualizado: a primeira parte foi feita no caminho de casa.

O que fazer com uma criança em dia de chuva? #dica1

No mês passado estava chovendo muito em um domingo e eu não sabia muito o que poderia fazer com a minha filha de 3 anos. Só sabia que não queria ir ao shopping. Já tinha combinado de encontrar a madrinha dela no dia, mas estavamos sem saber onde iriamos.

Como ela tinha um compromisso na Sala São Paulo cedinho, ela sugeriu de ir à Pinacoteca de São Paulo. Como já costumo levar a Sarah a museus e eu, particularmene adoro, topei a ideia na hora. De qualquer forma eu fui olha no site quais eram as exposições, horários e valores.

Quão foi minha surpresa quando descobri que nesse dia ia ter uma programação especial para a família: o Pinafamília. Todo 2º domingo do mês das 11hrs Às 15hrs.

O que eles oferecem:

  1. Um jogo interativo como se fosse uma caça ao tesouro: são algumas cartas com a capa com parte de uma obra e a sala especifica. Vc tem que achar a obra com a criança e depois vc abre a carta e lê a respeito da obra.
  2. Tambem é entregue um jogo para ser feito em casa com fotos das obras do acervo da Pinacoteca com instruções com modos diferentes de jogar. Tem cara daquele jogo UNO.
  3. No terceiro piso eles oferecem uma área para as crianças: três tapetões com almofadas, tecidos, brinquedos diversos com explicações sobre os mesmos e monitores.

Minha experiencia:

Chegamos e fomos direto para essa área para as crianças e demoramos umas duas horas para conseguir sair de lá. Não vi nenhuma obra das exposições em cartaz, mas valeu muito a pena! A Sarah interagiu com vários brinquedos diferentes, os que eu me lembro: dominó de cores, um quebra cabeça de eva com formas diferentes (circulos, quadrado, triângulo), botões com um cilindro transparente; esse foi o mais divertido.

Nesse dia também tive a compania de uma grande amiga com o seu marido e a sua filha que tem a mesma idade da Sarah. As duas se divertiram muito!

Espero que no ano que vem continue com essa proposta, pois não vejo a hora da Sarah estar maior para brincarmos de caça ao tesouro!

E adivinhem, vai ter novmente neste próximo domingo, 11/12. Vamos?!

img_20161113_123746322-collage